30 jan

Saiba como utilizar a queratina a favor dos seus fios

Indicada aos cabelos com fadiga elástica e quebradiços, a principal função da queratina é repor a massa perdida e devolver a resistência. É ela quem dá corpo e vida aos fios.

Segundo o técnico em produtos e especialista Wagner Oliveira, no mercado existe três tipos de queratina: a líquida, gel e em creme. “A máscara de queratina é a mais utilizada. Ela é mais fácil de manusear e o risco de errar na quantidade é bem menor, além de conter outros agentes condicionantes, deixando os fios com mais brilho, movimento e maciez”, conta.

Sobre o tipo, Wagner orienta: “a queratina hidrolisada vegetal, extraída do broto da soja, possui uma absorção mais eficaz e deixa os fios macios sem enrijecê-los”.

Preferencialmente, os tratamentos à base de queratina devem ser realizados por um profissional, em especial a cauterização. Isto porque, é necessária uma avaliação capilar que identifique as necessidades dos fios.

“Nem sempre o componente que o cabelo precisa é a queratina. Ele pode estar necessitado de colágeno, água, lipídeos; mas, somente um profissional é capaz de avaliar e dar o tratamento adequado,” aconselha.

É sempre bom ter cuidado para não exagerar na quantidade durante a aplicação ou realizar o tratamento em excesso.  Se a queratina estiver na forma pura, o cuidado é ainda maior, pois os cabelos tendem a ficar enrijecidos e saturados com mais facilidade, podendo levar à quebra do fio.

O excesso da proteína pode danificar os fios, trazendo um efeito contrário. Portanto, atenção: a cauterização é indicada no máximo uma vez ao mês e a queratinizarão a cada 15 dias. Tudo isto ainda dependerá do grau de danos que se encontra o cabelo.

No mercado, existem vários nomes de tratamentos à base de queratina: cauterização ou plástica de fios, nanoqueratinização, queratinização, entretanto, somente um bom especialista poderá indicar e realizar com segurança o procedimento mais apropriado ao seu tipo de cabelo.

008