26 jan

Saiba como cuidar dos cabelos finos

Nenhum cabelo é tão sensível e delicado como eles: os finos. Com tendência a oleosidade, frágeis e muitas vezes sem volume, os cabelos finos sofrem mais com as agressões e até quem não é adepta a chapinha ou secador, também tem dificuldades em mantê-los disciplinados em épocas como o verão e o inverno.

Basta um vento aqui e ali e lá estão eles esvoaçados, embaraçados e com o insistente frizz. Usar qualquer tipo de leave-in é correr um risco muito grande de ter fios pesados e com oleosidade. Mas deixá-los sem proteção alguma pode aumentar a sua fragilidade e proporcionar quebra ou pontas duplas.

Para saber como cuidar, primeiramente vamos esclarecer como é formada a estrutura do fio. O cabelo é composto por três partes:

Cutícula – Camada mais externa responsável pela proteção do fio.

Córtex – Camada intermediária responsável pela cor, elasticidade e força.

Medula – A medula pode contribuir para determinar a espessura dos fios, porém no caso dos fios finos ela é inexistente.

Comparado aos outros tipos de cabelos, os cabelos finos possuem um córtex com diâmetro pequeno e menos camadas na cutícula, o que os tornam mais frágeis. “Assim, qualquer química entra facilmente neste fio e pode deixá-lo poroso e quebradiço em instantes, mesmo que seja o primeiro procedimento”, orienta Wagner Oliveira, técnico em produtos da N.P.P.E Hair Care.

 

Wagner ainda ressalta tomar muito cuidado com procedimentos que agem mais profundamente, como o alisamento e a descoloração. Em todos os casos, é essencial um diagnóstico completo da estrutura do fio com um cabelereiro de confiança antes de realizar qualquer química.

 

Em relação aos cuidados diários, é importante lavá-los diariamente em água morna para não aumentar o frizz. Após a lavagem dos cabelos, utilize um leave-in desenvolvido especificamente aos cabelos finos. Ele irá proporcionar resistência aos fios e garantir um aspecto saudável, macio, sem deixá-los pesados e oleosos.

 

Durante o desembaraço, com os cabelos ainda úmidos, aplique uma pequena quantidade de leave-in e penteie delicadamente, sempre das pontas, indo em direção à raiz.

 

Outro aspecto importante e que não deve ser esquecido é a hidratação. Quem tem as madeixas encaracoladas, sofre muito com o ressecamento das pontas. “Este tipo de cabelo é delicado e fino, por isto necessita ser hidratado com frequência para criar resistência, peso e um volume natural”, aconselha Wagner.

 

Os cuidados ainda continuam na secagem e na hora de pranchar os cabelos. Uma escova com cerdas naturais facilita o desembaraço e o alisamento dos fios finos e ainda assenta o frizz. A chapinha deve ser passada rapidamente, no máximo uma vez em cada mecha e sempre com uso de um termoprotetor antes.

 

Lembre-se: cabelos finos e pontas secas não combinam. Os resultados são: nós, pontas duplas, quebradas e ressecadas. É importante cortá-los pelo menos a cada três meses. O especialista orienta evitar o corte reto e abusar do corte em camadas longas. “Este corte aparenta mais volume e distribui melhor os fios”, aconselha.