18 mar

O que toda loira precisa saber

O loiro está na cabeça da mulherada e das famosas. O tom platinado é o mais pedido nos salões e quem nunca foi ainda sonha em ser loira. Mas não dá simplesmente mudar radicalmente da noite para o dia. É preciso conhecer a estrutura do cabelo e saber até que tom você pode ir.

Somente um profissional experiente e especializado poderá aconselhar e dar todas as orientações necessárias, já que o processo de descolorir não é tão simples como muitas mulheres acreditam. E tão importante quanto escolher o tom é conhecer a rotina de cuidados que estes fios necessitam.

É comum após a descoloração o cabelo ficar bastante fragilizado. O descolorante não retira apenas a pigmentação dos fios, mas também boa parte da massa interna que compõe a sua estrutura. Isto, graças ao pH alcalino do produto que abre as escamas, preparando os cabelos para receber a tonalidade desejada. Com este procedimento, o fio não consegue ter a mesma resistência, maciez e definição de antes, já que grande parte do seu principal componente, a queratina, foi perdida neste processo. Por isto, são necessárias reconstruções capilares para repor a massa e evitar que os fios se quebrem.

E por falar em quebra, os cabelos podem partir durante o processo de decapagem, já que cada fio tem um limite máximo de clareamento. Por isto, o teste de mecha é tão importante: “Antes de tudo, é essencial fazer um teste de elasticidade, para saber se os cabelos irão suportar a descoloração e usar sempre um descolorante de boa qualidade. Descolorantes de baixa qualidade, além de detonar os fios, impedem que os nutrientes penetrem na fibra capilar, dificultando a sua recuperação interna”, explica Wagner Oliveira técnico em produtos da Belle Lee Cosméticos.

Algumas mulheres reclamam que os cabelos loiros ficaram perfeitos na hora, mas passado alguns dias após o processo, ficam porosos, com pontas duplas e quebradiços. Segundo Wagner, os cabelos ficam assim por dois motivos: “Primeiro a falta de cuidados específicos. É importante esclarecer com o cabelereiro todos os cuidados necessários que você terá que ter após uma descoloração. Outro motivo deve-se à junção de outras químicas ou o uso do secador, chapinha e babyliss. Estes em excesso ou sem nenhuma proteção são verdadeiros inimigos dos fios loiros”, explica.

O que não pode faltar na prateleira de uma loira são produtos à base de Colágeno, Queratina, D-Pantenol e Óleos Essenciais como: Abacate, Argan, Monoi e Oliva. O Colágeno e a Queratina ajudam a recuperar a estrutura e resistência dos fios e manter a hidratação; o D-Pantenol irá selar as cutículas e reparar as pontas duplas, e, os óleos irão doar maciez, emoliência e evitar o aspecto ressecado e sem brilho.

A lavagem diária deve ser feita com shampoo nutritivo e condicionador acidificante para prevenir o embaraçamento e a quebra. O leave-in proteico é essencial, pois protege as madeixas das agressões climáticas e mantém a hidratação diária. Também deverão ser feitas uma reconstrução a cada quinze dias, hidratações e nutrições semanais intercaladas, além da lavagem semanal com shampoo matizador para retirar o tom amarelado dos fios. Dê sempre um intervalo de no mínimo três meses para retocar a raiz e evite colorir ou descolorir os fios com frequência.

Se você decidiu ser loira, terá uma longa rotina de cuidados e visitas periódicas ao salão. Paciência, disciplina, cuidados e bons produtos são essenciais para garantir um loiro perfeito, saudável e duradouro.

008